Meio&Mensagem

Siga-nos

Publicidade

Evolução da tecnologia e novas experiências de consumo

O desafio das marcas em alinhar design e tecnologia para criar uma nova experiência para os consumidores


29 de junho de 2021 - 14h36

evolução – alterações que acontecem ao longo do tempo

tecnologia – qualquer objeto, processo ou conhecimento cuja aplicação nos ajuda a resolver um problema mais rápido”

Romper as barreiras da comunicação por meio da tecnologia está diretamente ligado ao acompanhamento do ritmo de transformações do mundo e à antecipação de tendências. Na década de 80, o primeiro modelo de celular lançado comercialmente revolucionou a forma como nos comunicamos. Já não era necessário estarmos presos a um cabo para falarmos com pessoas do outro lado da linha. Desde então, muitas funcionalidades foram desenvolvidas e, com certeza, um marco importante foi a conexão com a internet via dispositivos móveis.

Há alguns anos, era inimaginável considerar que você pudesse realizar chamadas de vídeo – ainda mais com a presença de mais de duas pessoas simultaneamente; ou que sua impressão digital pudesse ser lida por seu smartphone, possibilitando infinitas opções de conhecimento e diversão. E menos ainda que você pudesse gerenciar sua conta de banco sem nem mesmo sair do sofá.

Essa evolução tecnológica também influenciou no design dos aparelhos, que antes eram mais pesados e tinham pouca capacidade de armazenamento de dados. Também evoluímos na qualidade das câmeras, na captação de áudio e até mesmo em funcionalidades inteligentes como ativação de comandos no aparelho por meio de gestos. Atualmente, temos a possibilidade de expandir a experiência dos usuários de dispositivos móveis para telas maiores e monitores que tornam o aparelho um verdadeiro desktop.

E as empresas de tecnologia estão a cada dia buscando novas formas de surpreender seus consumidores. As organizações mais ousadas e disruptivas estão indo além e se empenham para surpreender seus clientes com novas possibilidades de experiências com a marca.

É o caso, por exemplo, da assinatura olfativa, que no segmento de smartphones foi apresentada pela primeira vez em março deste ano; uma forma de invocar e construir memórias utilizando um sentido antes ignorado pelo setor.

Nos últimos 18 meses, a pandemia nos colocou dentro de casa e juntos tivemos que descobrir como não parar ou melhor como seguir evoluindo. Um estudo desenvolvido pela Hibou – empresa de monitoramento de mercado e consumo – mostrou que 57,7% dos brasileiros entrevistados trabalham em casa e 64,8% destes devem manter o mesmo regime de trabalho no futuro.

Neste momento, onde as pessoas ficaram em casa, o crescimento do homeschooling e do home office nos levou a acelerar algumas conversas e trazer novas tecnologias para permitir uma vida sem quebras independente de onde estivermos. Das mais de 2 mil pessoas ouvidas pela Hibou e que apontaram trabalharem em casa desde o início da pandemia, 81,1% ficam grudadas no celular o dia todo e, desse total, 72% pretende manter o hábito.

O desafio que está por trás deste novos lançamentos é aliar design e tecnologia para criar uma experiência única e sensorial, onde os componentes fiquem ocultos e o usuário simplesmente desfrute sem grandes dificuldades.

E não podemos falar de evolução de tecnologia sem falar de 5G; uma nova era sem precedentes na comunicação permitindo comunicações instantâneas, experiências de gaming ultra imersivas. Podemos esperar, uma revolução para o ensino à distância, avanços da telemedicina, entre outras coisas.

Para fabricantes de smartphones e operadoras de telefonia móvel, ela tornará ainda mais eficiente nossa relação com os dispositivos à nossa volta, aumentando as experiências de Realidade Aumentada e Inteligência Artificial.

E, para os mais entusiastas, porque não pensar em como a tecnologia presente na palma da nossa mão irá evoluir a ponto de nos permitir experimentar lugares, aromas e gostos sem nem sair de casa. Experiências essas que hoje ainda estão no nosso imaginário e em filmes de ficção, mas quem sabe o que o futuro nos guarda.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • renata altenfelder

  • 5G

  • evolução

  • experiência do consumidor

  • experiências digitais

  • Tecnologia

Patrocínio