Meio&Mensagem

Siga-nos

Publicidade

A importância da diversidade na hora de lançar novos produtos

Diversidade: quando você convida pessoas diferentes para um evento. Inclusão: quando você permite que todos participem deste evento sem discriminação.


30 de junho de 2021 - 12h04

Para mim, diversidade e inclusão são temas necessários e indispensáveis para que sigamos evoluindo de forma positiva como sociedade. Vários estudos mostram o quanto uma empresa mais diversa tem melhoras significativas em sua performance: mentes diferentes que pensam junto com certeza nos levam a lugares antes nunca imaginados.

Muito se fala sobre diversidade e inclusão nos dias de hoje e do seu impacto no resultado das empresas; grande parte do foco das discussões e artigos falam sobre times diversos e inclusivos, como trabalhar diversidade no seu time, etc.

Enquanto executiva de uma grande empresa de tecnologia, busco todos os dias formas para tornar meu próprio ambiente de trabalho mais inclusivo, produtivo e real. E respeitar a opinião daqueles que me rodeiam é uma dessas práticas que todo líder deveria cultivar.

Esse movimento de olhar para dentro e perceber os impactos de discussões importantes da atualidade pode ser feito de forma individual ou coletiva com o objetivo de colocar luz sobre comunidades menos favorecidas, seus anseios e sonhos. Programas e políticas de diversidade e inclusão consistentes podem ajudar as mulheres na busca por oportunidades e crescimento, por exemplo. Mas também podem significar dar chances a quem antes nunca teria pensado em ser notado por uma grande empresa.

Ao longo dos últimos anos, as empresas do grupo Lenovo, do qual a Motorola faz parte, comprometeram-se em transformar a diversidade e inclusão em uma realidade no dia a dia de todo o grupo. Estabelecido pela primeira vez no relatório inaugural em 2018, a meta previa 20% de representatividade feminina em cargos de liderança em todo o mundo e 28% de minorias étnicas nos EUA.

Tenho muito orgulho de ver outras lideranças femininas na Motorola se destacando cada vez mais, assumindo cargos de liderança no Brasil, na América Latina e também no time global da empresa. O fato de termos atingido nossa meta de crescimento de mulheres em cargos de liderança, também é um fato que precisa ser celebrado; hoje na Lenovo 21% dos cargos executivos é ocupado por mulheres (um crescimento de 16,6%, desde 2018).

Mas gostaria de falar da nossa responsabilidade como executivos em trabalhar para que o mundo seja mais igualitário, apoiar e garantir que grupos diversos encontrem produtos que atendam suas necessidades e, por consequência, aumentar o processo de inclusão social.

Neste sentido, pensar em diversidade não é mais um diferencial para as empresas que acompanham a evolução da sociedade. Hoje precisamos de ação. Se as empresas devem ir onde seus consumidores estão, isso significa ouvi-los e respeitá-los enquanto cidadãos e também pensar em produtos e serviços que os atendam dentro de suas necessidades específicas. É um ganha-ganha de valores e vivências quando conseguimos captar a essência disso e empoderar por meio da tecnologia, pessoas que estão dispostas a melhorar o mundo.

E falando em tecnologia, a acessibilidade é um ponto crucial quando o objetivo é abranger o maior número de pessoas. Atualmente, estima-se que existam mais de 60 milhões de usuários brasileiros que possuem alguma deficiência ou limitação na hora de navegar pela internet. Os idosos e as pessoas com deficiência visual, por exemplo, precisam de recursos de aumento de fonte, mudança de cores de fundo ou de fonte, ferramentas de contraste ou leitor de texto em voz alta que facilitem a navegação. Entretanto, segundo pesquisa realizada pelo Movimento Web para Todos, menos de 1% dos sites brasileiros são acessíveis.

O que eu quero provocar com essa reflexão são as seguintes perguntas: seus produtos e serviços contemplam a diversidade? Eles são acessíveis? A única resposta errada é ignorarmos esta realidade e não buscarmos a inclusão em tudo o que fazemos.

Que possamos pensar em nossos produtos e campanhas de modo a dar voz à pluralidade e contemplar diferentes perfis em nossas estratégias de lançamentos, pois são as diferenças que nos ajudarão a entender como será composta nossa sociedade no futuro.

A mudança não acontecerá do dia para noite, ainda temos muito o que fazer neste sentido. Tenho certeza que a sociedade colherá os frutos de nosso trabalho; Resta você escolher se fará parte dessa mudança ou será absorvido por ela.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • renata altenfelder

  • Motorola

  • diversidade

  • inclusão

Patrocínio