Meio&Mensagem

Siga-nos

Publicidade

A nova era da conectividade está chegando: 5G is on!

Momento da quinta geração de telefonia móvel chega em 2019, mas o terreno está sendo preparado desde o ano passado


21 de fevereiro de 2019 - 12h32

Um mundo inteligente e cada vez mais conectado, com inúmeras possibilidades. A Era do 5G chega em 2019, mas o terreno está sendo preparado desde o ano passado. Os primeiros chipsets foram apresentados em abril, possibilitando o surgimento dos protótipos iniciais da tecnologia. Tudo isso resultou na demonstração que a Huawei fará no Mobile World Congress, fazendo uso em tempo real com taxas de 3,2Gbps, usando banda C, e 4,8 Gbps, com MM-waves. Em outra ação, mais prática e direta ao público em geral, a Huawei lançará também seu primeiro celular 5G no grande evento mundial da conectividade.

(Crédito: Pixabay)

E, para que os celulares 5G estejam realmente “on” nesta nova era, a infraestrutura tem que estar pronta. Com a solução SuperBand, as operadoras poderão aproveitar as frequências e as redes do 4G existentes para uma experiência próxima do 5G (5G Like). A simplificação é tão grande que será mostrado como a LGU+, da Coréia do Sul, já implantou 10.000 sites 5G. Com isso, a Meca dos e-Sports poderá ofertar o Cloud VR e Cloud Gaming, soluções da Huawei, já em 2019.

A super banda larga e baixíssima latência da Solução Cloud X permitem a oferta de vídeo em 4K/8K, VR/AR e Cloud Games de forma mais eficiente. O Cloud Computing permitirá que o processamento de imagem e renderização de tabelas seja feita na infraestrutura em cloud, entregando as imagens sem perda a devices e telas mais leves, de forma simples e com menor custo.

Isso possibilitará que as operadoras possam explorar o mercado de games de forma ainda mais ampla, ofertando serviços de assinatura para jogos online, sem necessidade de console e com experiência superior.

Se os games ganharão uma nova dimensão, a conectividade terá ainda mais vida nas casas dos usuários. Redes de banda larga sem fio para uso residencial em altíssima velocidade já estão sendo ofertadas por clientes da Huawei. O 5G permitirá controle remoto de instrumentos e robótica de precisão, eliminando a necessidade de presença humana em áreas de risco e reduzindo os custos de operação. Até 2025, serão 10 bilhões de conexões entre todas as coisas.

Mas nem só as pessoas terão a vida impactada. As indústrias também serão beneficiadas, já que se estima que as economias operacionais girarão em torno de 50% a 60%, além de uma redução no consumo de energia de 10%. Um case interessante que será mostrado pela Huawei no Mobile World Congress é o da Telenor, da Noruega, que implantou uma rede 5G para conectar câmeras 4K e sensores em mais de 1500 fazendas de salmões ao longo da costa, permitindo o monitoramento da saúde e alimentação dos peixes por meio de modelos de inteligência artificial, aumentando a produtividade e reduzindo custos.

O pontapé inicial da era do 5G será dado em Barcelona, mas tudo o que será criado nesta nova era pode durar mais que a construção da Sagrada Família, ter mais cores que os quadros de Dalí ou impressionar ainda mais que um gol de Lionel Messi.

Publicidade

Compartilhe

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio