Meio&Mensagem

Siga-nos

Publicidade

A hora e a vez do 5G

Quase todos os fabricantes trouxeram inovações, equipamentos e discorreram sobre quais são seus objetivos e para onde as companhias estão caminhando com esse avanço da rede móvel


7 de março de 2018 - 15h01

(Crédito: reprodução/David Bloom)

A edição 2018 do Mobile World Congress (MWC) foi, sem dúvida, do 5G e de todas as possibilidades que essa tecnologia traz. Quase todos os fabricantes trouxeram inovações, equipamentos e discorreram sobre quais são seus objetivos e para onde as companhias estão caminhando com esse avanço da rede móvel.

O 5G já será realidade em diversas grandes cidades dos Estados Unidos até o fim deste ano, segundo a operadora T-Mobile, o que trará uma série de impactos. Em Barcelona, durante o MWC, já pudemos ver os fabricantes falando de uma enorme quantidade de equipamentosque serão atualizados para a utilização do chip 5G, o que deve criar uma nova onda de consumo de smartphones, tablets, laptops, Smart TVs e até automóveis, entre outros.

E isso faz o IoT (Internet of Things, ou Internet das Coisas) começar a se tornar cada vez mais presente na sociedade. O 5G traz não somente velocidades de transmissão de dados impressionantes, como também permite que uma quantidade muito maior dessas “things”possam estar plugadas na rede simultaneamente. Hoje, existem cerca de 7,5 bilhões de equipamentos conectados (sendo a vasta maioria de telefones celulares). Em 2021, analistas de mercado estimam que serão mais de 20 bilhões de equipamentos na rede.

Possibilidades infinitas se desenham, o que fará com que a Inteligência Artificial (AI, na sigla em Inglês), que hoje é um diferencial, se torne mandatória, uma vez que intervenções manuais serão simplesmente inviáveis com essa nova rede. Todo aplicativo precisará ter AI embutido em seus códigos de desenvolvimento para entregar valor e não se tornar obsoleto em muito pouco tempo. Do lado do consumo, serão cada vez mais opções para um usuário cada vez mais exigente por qualidade de produto e de serviço.

Muitas oportunidades aparecem nesse contexto, incluindo o consumo de fotos e vídeos com melhor velocidade e qualidade, a popularização da realidade virtual e aumentada, e na mensageira. Essa última promete se tornar o principal canal de contato entre empresas e suas marcas com consumidores, trazendo ganhos de escala e eficiência. Isso vale para todo o ciclo: desde a pré-venda (com anúncios para conhecimento, descoberta, familiarização e intenção de compra), passando pela própria venda e até no pós-venda como customer care e atendimento.

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • 5G

  • Mobile World Congress

  • MWC

  • MWC18

  • MWCnoMM

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio